Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

No dia 1 de janeiro, primeiro dia do ano, celebramos o dia de Maria Mãe de Deus e contemplamos o mistério da encarnação que fez da Virgem a Mãe de Deus. 

A Igreja proclama um único Deus no Pai e no Verbo, por isso, a Santíssima Virgem é a Mãe de Deus.” 

Celebrar a solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, é celebrar o primeiro e mais fundamental dos títulos de Nossa Senhora, do qual decorrem, como consequência lógica, todos os seus demais privilégios 

É justamente por ser Mãe do Filho encarnado que Maria é também nossa Mãe. Não apenas por ter sido entregue à humanidade inteira, cujas vezes fazia S. João aos pés da cruz, mas sobretudo, porque todo cristão, sendo por graça o que Cristo é por natureza, é- através do batismo- membro místico do Cristo total, que é a Igreja unida à sua divina Cabeça. 

No terceiro Concílio Ecumênico em 431, foi declarado Santa Maria a Mãe de Deus. Muitos não compreendiam, e até ensinavam, de maneira errada, que no mistério de Cristo existiam duas pessoas: uma divina e uma humana; mas não é isso que testemunha a Sagrada Escritura, visto que Jesus Cristo é verdadeiro Deus em duas naturezas e não duas pessoas, uma natureza humana e outra divina e a Santíssima Virgem é Mãe de Deus. 

No dogma glorioso da maternidade divina, em resumo, está contido o mistério da nossa própria incorporação a Cristo e, portanto, da nossa filiação com respeito à Virgem Imaculada, Mãe dos homens e Mãe da Igreja.

Coloquemo-nos hoje sob o seu cuidado maternal e demos graças a Deus por haver-nos concedido, com o seu glorioso e humilde Natal, o dom de ser filhos de uma tão bela e puríssima Mãe. 

Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós! 

 

Por Adora Comunicação

compartilhar

Posts Recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *